O universo técnico e jurídico da área de Saúde e Segurança do Trabalho

download

Fonte: internet

Na indústria, segurança e saúde significam prevenir acidentes e doenças associadas com o trabalho (ocupacionais). A prevenção deve ser um hábito entre os colaboradores e a empresa tem o papel de educá-los quanto as precauções e responsabilidades quanto ao uso obrigatório de EPI’s (Equipamento de Proteção Individual), manutenção da organização no ambiente de trabalho, conscientização corporal e ergonômica quanto a realização das posturas ao realizar as atividades laborais, de como ajustar seu posto de trabalho antes de iniciar o turno e acima de tudo, a empresa deve investir em tecnologia e seguir as Normas Regulamentadoras do Trabalho exigidas pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), para garantir saúde e segurança ao trabalhador. Destaca-se entre as normas, a NR-17 / Ergonomia, objeto de estudo e verificação do Fisioterapeuta do Trabalho, dentre outras normas.

Continuar lendo

Anúncios

O que muda para o Fisioterapeuta Perito com o NCPC (Novo Código do Processo Civil).

A prova pericial e o perito no novo Código de Processo Civil

O novo CPC prestigia o perito, exige maior transparência para a sua indicação e reforça a necessidade do conhecimento técnico especializado.

 

novo cpc 2

(Texto adaptado do Artigo de autoria de Gilberto Melo publicado em http://gilbertomelo.com.br/aspectos-da-pericia-judicial-no-novo-codigo-de-processo-civil/ em 30.03.2015)
Continuar lendo

O AMPARO DAS LEIS ANDA LADO A LADO COM O FISIOTERAPEUTA PERITO E ASSISTENTE TÉCNICO

Segundo Tribunal Superior do Trabalho, Tribunal Regional do Trabalho, Código do Processo Civil e Autarquias.

  1- INTRODUÇÃO

       Atualmente, há falta de informação quanto a legalidade da atuação do Fisioterapeuta como Perito Judicial no mundo jurídico – incluindo juízes, advogados, desembargadores e para a própria classe de fisioterapeutas.

       Sim, cita-se o profissional de fisioterapia, por ele estar inserido em uma profissão extremamente nova, quando comparada as outras áreas profissionais da saúde, como a medicina por exemplo, que é uma área milenar. Somente em 1969, com o Decreto Lei 938 de 13 de outubro, as profissões de Fisioterapia e Terapia Ocupacional foram regulamentadas. O reconhecimento da especialidade da Fisioterapia do Trabalho junto ao COFFITO, deu-se em 13 de junho de 2008, resolução Nº 351, que regulamenta a Fisioterapia do Trabalho como área de especialidade do Fisioterapeuta e é nesta área que o Fisioterapeuta Perito e o Assistente Técnico se inserem.

Continuar lendo